Operação da Receita Federal para combater sonegação no setor de entretenimento

Saiu na mídia – Entrevista sobre o mercado de trabalho com aplicativos
2 de maio de 2019
O atual cenário das gorjetas após a revogação da Lei nº 13.419 De 2017
15 de maio de 2019
 

Por Luciano Pedro da Silva

Recentemente uma grande e estruturada operação conjunta da Receita Federal do Brasil e Secretaria Municipal da Fazenda do Município de São Paulo mexeu com o setor do entretenimento. Denominada de operação “No-show”, ela visa realizar uma ampla fiscalização e acompanhamento de produtoras de shows, de eventos e prestadoras de serviços relacionadas ao referido setor, com o objetivo central de combater eventuais sonegações fiscais nas operações econômicas inerentes a essas atividades. O alvo central é a verificação da eventual ausência de recolhimento total ou parcial na cadeia escalada do setor de entretenimento, do recolhimento de tributos federais (PIS, COFINS, CSLL, IRPJ e demais Contribuições Previdenciária incidentes) e municipais (ISS) sobre operações e vendas omitidas em algumas etapas; gerando uma receita tributária menor e causando prejuízos aos cofres públicos.

Mais detalhes no na matéria do site da Receita Federal:

http://receita.economia.gov.br/noticias/ascom/2019/marco/no-show-receita-federal-e-secretaria-municipal-da-fazenda-de-sao-paulo-deflagram-operacao-para-combater-sonegacao-de-tributos-no-setor-de-entretenimento

 
EnglishPortugueseSpanish