Ecossistema de Inovação Brasileiro foi tema central da InDelta Talks

Empresas do Simples Nacional poderão parcelar débitos do FGTS em condições especiais
Empresas do Simples Nacional poderão parcelar débitos do FGTS em condições especiais
29 de outubro de 2019
Advogados apontam equívocos em MP que reduz arrecadação do Ecad
Advogados apontam equívocos em MP que reduz arrecadação do Ecad
29 de novembro de 2019
Ecossistema de Inovação Brasileiro foi tema central da InDelta Talks

Organização promoveu evento com palestras talks para proporcionar troca, networking e negócios.

Nesta quinta-feira (7), foi realizada mais uma edição do InDelta Talks, evento que tem o propósito de estimular a discussão sobre temas do ecossistema de inovação brasileiro, com quem vive e respira o ambiente de negócios. Com a participação de gabaritados profissionais para um bate-papo sobre temas do universo das startups, negócios e empreendedorismo, o evento foi aberto a empresários e público interessados na temática.

Essa edição de novembro da InDelta Talks marcou a comemoração de um ano da InDelta, uma Business Community de empresários, estruturada em rede, que integra empresas, investidores e profissionais com ampla experiência empresarial para desenvolver e acelerar negócios, transformando ideias e empresas em grandes empreendimentos.

Rodrigo Bruno Nahas, diretor fundador da Nahas Sociedade de Advogados e Secretário Geral da Comissão de Startups da OAB-SP, foi mediador e também se apresentou falando sobre ‘a tramitação do Marco Legal das startups, um novo rumo jurídico para o ecossistema da inovação’.

O advogado evidenciou a linha do tempo da legislação do Ecossistema da Inovação Brasileiro, iniciando no Marco Civil da Internet, passando pela lei do Investidor Anjo; Crowdfunding de Investimento IN588; Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD); e finalizando no Marco Legal das Startups.

Comentou um pouco sobre todas as fases, mas com foco no Marco Legal das Startups, que agora está com o Governo Federal, que deverá enviar em breve à Câmara dos Deputados um projeto de Lei para regulamentar as startups (empresas com pouco tempo de criação e que trazem inovação) no Brasil. Representantes dos ministérios da Economia e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações informaram, em audiência pública, que a proposta está em fase de ajustes.

O objetivo do Marco Legal é alavancar as startups no país, a fim de melhorar o ambiente de negócios, fomentar novos modelos, aumentar a oferta de capital para investimento e promover maior segurança jurídica para empreendedores, com melhor captação e retenção de talentos. Além disso, as sociedade anônimas poderão passar também a gozar do regime do Simples Nacional, facilitando a capitação em investimento, diminuindo os custos e a burocratização. Tema relevante para todos os presentes.

O Marco Legal das Startups possui quatro pilares, sendo eles: formalidade jurídica quanto às relações trabalhistas; Melhoria de ambiente de negócio; Facilitação de investimento; e as Compras públicas.

“Um dos pontos mais relevantes que eu creio que vai contribuir é a regularização do vesting – troca de know-how por participação. O vesting é uma interpretação extensa da opção de compras que usa elementos do que a gente chama de stock option. Eu acredito que com o Marco Legal das Startups, termos mais segurança jurídica e tributária. E esse é um dos quatro pilares, que na minha opinião, é o de mais curto prazo e com maior efeito”, conclui Nahas.

A InDelta Talks, contou também com outros renomados profissionais do meio:

  • Frederico Rizzo da Basement: Simplificando e organizando investimentos e Captables no ecossistema da inovação;
  • Eduardo Barbato da Garage e Rival: Growth marketing, como as startups criaram uma forma de crescer rápido com metodologia e novos conceitos de marketing digital;
  • Danielle Fantato e Claudio Correra- MPP Negócios com propósito: como conectar startups a multinacionais via empreendedores e executivos experientes;
  • Felipe Sabará,“ O Liberal no Social”: como trazer a cultura empreendedora para comunidades carentes e a gestão profissional do Fundo Social de São Paulo;
  • Gabriela Ferreira e Bruno Ferreira da Delta Business Coworking - O Real estate no contexto da inovação e case gympass;
  • Mark Moran e Francisco Martinez: apresentação InDelta.
Informações para a imprensa:
Oficina da Comunicação Integrada – Assessoria de comunicação da Nahas Sociedade de Advogados
Caroline Lima – [email protected]
Fran Oliveira – [email protected]
(11) 2275-0833

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =